BELEZA

Acabe com a flacidez

A Lindersales, em Macaé, descomplica a criofrequência e o que ela pode fazer por você

Foto Claudete e Lenilda: Ryan Reid | Outras: Shutterstock
shutterstock_725662558
Quem não quer ter a pele firme e saudável sempre que atire a primeira pedra! Imagina então ter resultados impressionantes com uma técnica não invasiva, muito pelo contrário, chega a ser até relaxante e ao alcance de todas. Estamos falando da Criofrequência realizada no espaço estético de Claudete Lindermayer e Lenilda Sales.

COMO A MÁGICA ACONTECE?

A Criofrequência é uma técnica de estética avançada, com uma base ultra congeladora, minimiza a flacidez e gordura localizada em qualquer região do corpo. Esta base faz com que ocorra o resfriamento da epiderme com uma temperatura de -10o e sob radiofrequência de em média 60o, por isso existe uma relação íntima entre a criofrequência e radiofrequência, já muito conhecida das mulheres. “O número de sessões e o protocolo escolhido vai depender da nossa avaliação personalizada e do desejo da paciente.” explica Lenilda.
 
A “mágica” desse tratamento acontece quando ocorre o choque de temperatura que provoca um forte estímulo na produção de colágeno, causando a retração e o aumento do tônus e firmeza da pele, o que promove um efeito de lifting instantâneo de forma nada invasiva.

CRIOFREQUÊNCIA X CRIOLIPÓLISE

Esse procedimento ainda é um pouco confundido com a Criolipólise, no entanto a diferença consiste no seguinte: a criolipólise é o processo que transforma as células de gordura através uma paniculite (inflamação no tecido adiposo) ao fazer uma sucção e um congelamento e não um resfriamento, já a Criofrequência é uma radiofrequência que estimula a fabricação de colágeno e, como efeito colateral, ela também quebra a gordura do local. Algumas vezes já vemos o resultado desde a primeira sessão.” finaliza Claudete.
Captura de Tela 2018-05-18 às 10.06.32
Captura de Tela 2018-05-18 às 10.06.51