LIFE & STYLE

Introdução alimentar: BLW ou papinhas?

Uma conversa de mãe para mãe (ou pai!) para ajudar nesta decisão

Por: Kate Corrêa
IMG_5338
Primeiro, mas porque esperar até os 6 meses para iniciar a alimentação do bebê? O intestino do bebê precisa estar desenvolvido. Os intestinos são a parte do corpo que filtra, peneirando as substâncias potencialmente perigosas e permitindo os nutrientes saudáveis. Nos primeiros meses, esse sistema de filtração é imaturo.
 
Bebês jovens têm reflexo de propulsão da língua. Nos primeiros 4 meses, a língua tem um reflexo de propulsão para proteger os bebês contra engasgo. Quando qualquer substância incomum é colocada na língua, automaticamente empurra para fora e não para dentro.

QUAL MÉTODO ESCOLHER?

O chamado Baby-led Weaning (desmame guiado pelo bebê) consiste em oferecer a comida em pedaços e permite que o bebê se sirva sozinho. Comece sabendo que não existe “certo ou errado” na escolha dos métodos! Na verdade, nem gosto dessa palavra “método”. A forma ideal de iniciar com os alimentos sólidos na vida do seu bebê é aquela que todo mundo sai feliz. Bebê e família. Não precisamos ser radicais em nenhum momento. O maior segredo é ir “sentindo” esse momento, observando esse bebê e refletindo sobre nossas escolhas e sentimentos envolvidos.
“Não existe certo ou errado na escolha dos métodos!”

SINTA-SE SEGURA

De nada adianta seguir o método do Baby-Led Weaning e não se sentir segura, ter muito medo (medos paralisantes) do bebê engasgar ou então sempre ficar com a pulga atrás da orelha de que esse bebê não comeu suficiente. Assim, como não é legal oferecer somente aquela papinha super esmagada, da mesma cor sempre, com todos os alimentos misturados, mas tendo a garantia de que seu bebê comeu a quantidade que você julga a ideal. Você deve estar segura de suas escolhas! E porque não usar os dois? O momento da refeição é um momento de troca, de experiências, de aprendizado mútuo. Confiança! Seja leve e feliz com seu bebê nesse processo.
Captura de Tela 2018-05-24 às 15.32.18